Sobre

Bom dia, boa tarde, boa noite! Meu nome é Magdalena Bertola, tenho 25 anos e sou estudante de Jornalismo. Nasci e moro em São Paulo, mas também já morei em Brasília e em Dublin, Irlanda, onde considero o meu lar.

Sou apaixonada por livros, em especial os de história e literatura fantástica, mas também gosto de coisas como James Joyce. Meus autores preferidos são o já nomeado Joyce, Edgar Allan Poe, Stephen King, JRR Tolkien, Marion Zimmer Bradley, George Orwell, Aldous Huxley, HP Lovecraft, Bram Stoker, Anne Rice e Oscar Wilde. E bom, tem outros, mas são tantos que não dá pra listar todos hehehe.

Procuro aprender algo diariamente, seja com relação à jornalismo, história, natureza, religiões antigas ou mesmo sobre a vida. Acredito que tudo é uma grande experiência, até as coisas ruins. Pense bem, as coisas ruins podem ou te fazer ficar revoltado e se fechar, ou podem te fazer ver a vida de uma maneira diferente, que te fará crescer, como um curso ou algo do tipo. O que você escolhe? Eu escolho aprender, já bati muito a cara na parede para simplesmente me revoltar com tudo. Já fui professora de inglês, caixa de loja, já trabalhei em cozinha de restaurante e em uma lavanderia. TODAS as experiências foram enriquecedoras de alguma maneira e não me arrependo de nenhuma delas, mesmo das que foram extremamente destrutivas. Hoje, o que mais quero é entrar na área jornalística e aprender cada dia mais para conseguir produzir textos com excelência.

Sou completamente apaixonada por todos os animais, exceto baratas, mas ainda assim, não as mato a não ser que seja estritamente necessário. Do contrário, prefiro varrê-las para fora de casa. Por gostar tanto de animais, tenho dois cachorros, três gatos e uma coelha. Já tive muitos outros animais, que foram dessa para melhor naturalmente. Fazem muita falta, mas sei que foram felizes em vida e que deram espaço para novos resgatados que precisavam de ajuda! Também sou vegetariana, me interesso por pedras (energização, limpeza, bons fluídos) e pela mãe natureza, que tão bem nos faz, mas infelizmente é muito maltratada pelo homem moderno.

Quanto a música, eu gosto é de anos 80. Desde o final da década de 70, com os primeiros punks, até os teclados e a aura dark dos oitentistas. Também gosto de algumas coisas dos anos 90 e, atualmente, até me interesso por bandas atuais que fazem um som mais dark ambient experimental, ou algo do tipo, pelo menos é assim que EU descrevo.

Acho que deu pra me conhecer bem, né? Espero que gostem dos meus textos. Esse blog não foi criado como sendo um portfólio, na verdade, foi criado com o intuito de ser um blog informativo sobre as culturas alternativas do Brasil, parte de um trabalho da faculdade, mas acabou não sendo usado e eu decidi postar aqui minhas crônicas e textos, mesmo que só às vezes, para que meus amigos e, quem sabe um possível chefe, possam vê-los.

O nome “The Rotting Bat” foi um nome que surgiu na loucura de encontrar um para o blog da matéria que estava fazendo na faculdade, todos os outros nomes não estavam disponíveis e acabei inventando esse. É estranho, eu sei, mas resolvi continuar com ele e, quem sabe, num futuro próximo eu consiga, finalmente, fazer um portfólio em um site todo bonito 🙂

 

Tchau para você que leu, espero que goste dos posts 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s